"Everyone Wants To Be Found"

28
Ago 09

A Aldeia da Pena é uma daquelas aldeias que pouca gente conhece, por isso ainda se consegue visitar num sossego absoluto. É uma aldeia de xisto preservada e perdida no meio da serra de S. Macário perto de S. Pedro do Sul, uma daquelas aldeias que nos deixa apaixonados pela sua beleza e pela beleza natural que a envolve.

É uma aldeia pequena de casas tradicionais de xisto bem no cimo da Serra de São Macário envolta em fragas por todos os lados, deixou-me a pensar durante largos minutos em como seria a vida das pessoa naquela aldeia à uns anos atrás. Como chegariam eles às aldeias mais próximas? Do que viviam nos longos invernos? Sei lá, um sem número de questões.

Para lá chegar ainda hoje não é fácil, percorre-se durante uns km´s uma estrada bem serpenteada onde só cabe um carro de cada vez. 

Como uma imagem vale mais que mil palavras deixo-vos aqui algumas fotos desta aldeia que não deverão deixar de visitar. Só não se esqueçam de à saída passar pelo único café da terra e provarem um bom licor de mel e apreciar a arte tradicional que o dono se entretêm a fazer durante o longo e severo inverno que reina por aquela região.

Aldeia da Pena

Aldeia da PenaAldeia da Pena

Aldeia da Pena

Aldeia da Pena

Aldeia da Pena

Aldeia da PenaAldeia da Pena


20
Ago 09

Não gosto muito de fazer publicidade nem de revelar onde costumo ficar. No entanto, existem sempre excepções, sejam elas pelo excelente serviço que nos ofereceram, pelo local, ou simplesmente por ser diferente. E neste caso poderei dizer que a maioria dos adjectivos pela positiva aconteceram. 

Tudo começou porque tinha que ficar instalado em Vila Flôr por uns dias e não sabia muito bem onde ficar porque apanharia um fim-de-semana muito concorrido por aquelas zonas, principalmente em Mirandela onde costumo ficar, os alojamentos estavam todos esgotados. Iria ser o fim de semana da festa dos bombos. Festa esta sobre a qual um dia destes falarei, pois não a conhecia e é bem interessante e divertida em relação ás outras festas tradicionais portuguesas.

Então aconselhei-me junto dos meus conhecimentos transmontanos e lá me marcaram quarto numa quinta de turismo rural, a Quinta da Pereira.

A sua localização é excelente, pois fica à saída de Vila Flôr em direcção a Mirandela, e nem precisava de carro para me deslocar para jantar ou passear pela noite na linda cidade de Vila Flôr. O atendimento bem à maneira transmontana, como só aquela gente sabe ser. A quinta bem bonita e sossegada, apetece ficar no balcão para onde dão os quartos sentados a contemplar esse momento eternamente. E os pequenos-almoços??? Hummm!!!! Biológicos e bem saborosos, com direito a bolinho caseiro feito pelas senhoras da casa.

A única coisa que vos posso dizer é que no dia da saída, já estava com saudades de voltar.

Se algum dia forem para aquelas zonas, este é sem dúvida um dos sítios obrigatórios para ficarem. Não percam essa oportunidade! Marquem é com alguma antecedência, pois pelo que sei, eu só descobri agora, mas antes de mim já muita gente descobriu, e costuma estar esgotada.

As fotos que tirei não revelam toda a sua magia, mas fica um cheirinho.

Quinta da Pereira

Quinta da PereiraQuinta da Pereira

Quinta da Pereira

Quinta da Pereira

Quinta da Pereira

Quinta da Pereira

 

 


10
Ago 09

Desnaturado, sou o que eu sou.

Primeiro, nem me apercebi que estava em destaque!

Segundo, nem agradeci à minha mulher a surpresa que ela me fez!

Terceiro, só hoje aqui vim dar importância a esse facto, pois se não fosse ela nunca teria acontecido.

Quarto, não demonstrei o quanto adorei saber que ela também é minha fã, principalmente sendo ela quem é, "uma das estrela da blogoesfera"!

Quinto, não agradeci a todos os que se deram ao trabalho de por aqui passar e cuscar um pouco. Principalmente numa fase em que não tenho tido capacidade de inovar e trazer para aqui tanta coisa boa que se têm passado nos últimos tempos.Mas, espero que tenham gostado e que por aqui vão passando de vez enquanto.

 

Um muito, muito obrigado à minha linda esposa por esta oportunidade e a todos os que têm tido a capacidade e paciência de me aturarem por aqui.

PS: Um obrigado também à minha madrinha do blog.

Para quem não sabe é a PP (carinhosamente a Pestinha da Pessoinha! Ou simplesmente PES).

 

publicado por Lupus Ibérico às 20:10
tags:

05
Ago 09

O João foi e eu voltei.

Já cá estou à algum tempo, mas com imensa falta de tempo.

Trago algumas novidades das férias, principalmente umas pequenas descobertas de alguns lugares escondidos do nosso Portugal.  Serão cenas dos próximos capítulos, pois hoje no meio do trabalho que trouxe para casa e como já tinha saudades de por aqui passar, não resisti e vim deixar-vos um presentinho.

Conhecem John is Gone? Espero que sim, pois são uma banda portuguesa com muita qualidade, vencedores do Rock Rendez Worten de 2008 com o albúm "Paper Cuts and Heartbeats".

Se gostarem, não se esqueçam de comprar o disco. O preço é uma agradável surpresa na Worten, 4€ e pouco. A este preço vale bem a pena apoiar a produção nacional.

Aconselho vivamente, principalmente quando João Gobern escreve:

 

Se outros méritos não tivesse - e felizmente teve, vários e já prolongados para uma nova edição -, a estreia do concurso Rock Rendez-Worten já se justificaria pelo aparecimento mediático desta banda do Porto. Com um pé nos anos 80 e outro na actualidade, mostra um rock sólido, simultaneamente acutilante e elegante. A guitarra é a força motriz, compacta e sem exibicionismos estéreis. A voz ajuda a marcar a diferença e as canções rimam quase todas com revelação."

http://www.myspace.com/johnisgoneband

 

publicado por Lupus Ibérico às 22:46

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO