"Everyone Wants To Be Found"

02
Jul 08

Sabiam que em Portugal temos uma das focas mais raras do mundo e a maior baleia que já existiu no planeta?

Portugal têm alguns dos animais mais belos e únicos do planeta, uns encontram-se em estado preocupante de sobrevivência, outros em perigo de extinção e outros mesmo em perigo extremo de extinção, como o caso do Abutre negro que só existem cerca de 100 exemplares.

Estes últimos já tenho tido o enorme prazer de os ver e contemplar nas Arribas do Douro em pleno Parque Natural do Douro Internacional, único local onde ainda existem e sobrevivem e são simplesmente a maior ave planadora existente em Portugal. "Simplesmente belo vê-los voar ! "

 Abutre Negro em pleno voo

A Baleia Azul é só provavelmente o maior animal existente no planeta Terra e pode ser vista ao largo das ilhas do Arq. dos Açores. Não existem dados muito exactos sobre a sua população mas sabe-se que se encontra em perigo de extinção. Só por curiosidade o seu coração têm o tamanho de um carro.

 Baleia Azul

Não poderei deixar de mencionar, o Lobo Marinho, o Morcego de Ferradura Grande, a Águia Real, a Coruja do Nabal e por fim e honroso Lobo Ibérico com uma população estimada de 250 exemplares. O Lobo Ibérico é mais pequeno das subespécies do Lobo Cinzento e vive em alcateia constituída por 3 a 10 animais, sendo o maior canídeo selvagem.

Bom a população estimada não é de 250, mas sim de 251 contando comigo. HEHEHE!

Lobo Ibérico

 

publicado por Lupus Ibérico às 18:03

11
Jun 08

"Se considero com atenção a vida que os homens vivem, nada encontro nela que a diferencie da vida que vivem os animas...uns e os outros não pensam para além do que pensam, nem vivem para além do que vivem. (...) Nem um nem o outro se liberta da lei fatal de ser como é."

Bernardo Soares - uma das múltiplas identidades de Fernando Pessoa.

 

Apesar do contexto do texto original se referir à morte, posso interpretá-lo para o que a maioria das pessoas não deixam de ser, Animais!

Dedico esta frase a todos os que conheci até hoje, que não passaram de simples animais, a todos aqueles cujos objectivos na vida não passaram para além dos mais primários, e a todos os que nunca conseguiram ver mais além do que a sua curta visão conseguiu alcançar.

Congratulo-me com a existência de muitas pessoas não fazerem parte dessa ode e de ter o prazer de conhecer muitas delas. Estas poderão contar sempre comigo.

O bom de se ter um blog é que se pode dizer o que realmente se pensa. Pois essas pessoas nunca virão aqui, nem sabem da existência deste cantinho e mesmo que soubessem e viessem não teriam sequer o discernimento para conseguir perceber o aqui lhes deixei dedicado.

 

publicado por Lupus Ibérico às 10:00

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO